Ações da CSN
R$ 8,96 | -4,06%
19:51h | 15.04.2014
Quinta-feira, 17 de abril de 2014
Boa tarde, 16h1min
 

Trabalhadores aprovam acordo coletivo
Publicado em 09/06/2011, às 19h46
 
Última atualização em 09/06/2011, às 20h32

Volta Redonda

O Sindicato dos Metalúrgicos do Sul Fluminense terminou por volta das 19 horas de hoje (9) a apuração dos votos relativos ao acordo coletivo 2011/2012. Os trabalhadores da CSN aprovaram o acordo com 7.329 votos (92% do total), sendo que 5.751 votaram na proposta número 1 e 1.578, na proposta número 2. Houve 535 votos pela greve, 39 votos em branco e seis nulos. O número de votantes chegou a 7.909.

Embora a empresa não tenha registrado o piso salarial no texto do acordo coletivo, o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, Renato Soares, disse que a partir de junho nenhum empregado da Companhia terá salário inferior a R$ 850 mensais.

- A CSN é uma empresa que negocia com firmeza. Os acordos podem até demorar a ser fechados, mas depois disso, ela cumpre o que foi definido. Por isso, acredito que o compromisso com o piso salarial de R$ 850 mensais, mesmo não tendo sido escrito no acordo, será cumprido  -  disse Renato.

Três meses de negociação

A votação encerrou um processo de negociação que durou pouco mais de três meses. Nesse período, foram apresentadas cinco propostas pela CSN,sendo que quatro foram levadas à votação dos trabalhadores.

Uma greve realizada na mina Casa de Pedra da CSN, em Congonhas (MG), foi um dos fatores que pesaram no processo de negociação. Depois que os trabalhadores de Volta Redonda rejeitaram uma proposta da empresa em 27 de maio, a rodada de negociação seguinte foi adiada, enquanto os trabalhadores de Casa de Pedra votavam uma nova proposta. Só depois que o acordo dos trabalhadores da mina foi aprovado, houve a nova rodada de negociação, que resultou na apresentação de uma proposta com duas opções, entre elas a aprovada na votação de hoje.

A principal diferença entre a proposta aprovada em Congonhas e a de Volta Redonda é que em Minas Gerais os trabalhadores vão receber 6,3% de reajuste em junho e os 2% restantes a partir de setembro. Em Volta Redonda, os 8,3% serão pagos já no próximo salário.

Engenheiros

Pela primeira vez, o Sindicato dos Engenheiros de Volta Redonda (Senge) fechou o acordo com a CSN antes dos metalúrgicos. Em geral, a empresa só negocia com os sindicatos que representam um número menor de filiados depois de concluir a negociação com o sindicato majoritário. A assembleia que aprovou o acordo foi realizada no dia 31 de maio e contou com a presença de cerca de cem engenheiros.

A proposta que os engenheiros aprovaram é semelhante à que os metalúrgicos recusaram em 27 de maio. O presidente do Senge, João Thomaz, disse que a empresa fez uma oferta com índices de reajuste inferiores, acrescentando um abono.

-  O índice de reajuste menor, com abono, é um mau negócio. Por isso, preferimos os 8,3% de aumento. Em Arcos, foi aprovado um acordo com 0,7% de aumento real mais um abono, mas isso é prejudicial até para os aposentados, que recebem da CBS o mesmo índice do acordo - disse João Thomaz.

Confira os principais pontos da proposta aprovada:

  • 8,30% de reajuste salarial a partir de 1º de junho
  • Aumento de 25% no Cartão Alimentação (de R$ 200,00 para R$ 250,00) retroativo a 1º de maio
  • Crédito Extra de R$ 300,00 no cartão alimentação em 1º de dezembro
 
Imprimir E-mail Share
 


* Nome: * E-mail:
Telefone:  
 
* Comentário:  
Declaro expressamente que li as Condições Gerais
e aceito seus termos de forma integral. 
 
   
Imprimir
E-mail
Saiba mais
 
Em Volta Redonda
Suspeito de gerenciar o tráfico no Belo Horizonte é apresentado pela polícia
 
Agressão na Ilha
Juiz analisa pedido de liberdade de suspeito de tentar matar estudante
 
Mercado Financeiro
CSN faz recompra de ações
 
Saúde
Moradora de Volta Redonda com glaucoma reclama de demora na cirurgia pelo SUS
 
Mais Médicos
Médicos cubanos chegam a Volta Redonda
 
93ª DP
Policiais encontram corpo em casa na Vila Brasília
 
28º BPM
Polícia Militar apreende droga em Volta Redonda
 
Em Volta Redonda
Prefeito Neto preside primeira reunião sobre Orçamento Participativo 2014
 
Home | Cidade | Política | Polícia | Economia | Mosaico | Cartas | Esportes | Diarinho | Copa Diarinho | Social | Lazer | Circuito | Decoração | Viver Melhor | Caderno TV
Veículos | Educação | Nacional | Internacional | Vídeos | Edição Digital | Cultura | Flip | Classificados | Eu, Diário | Arquivo | Fale Conosco | Newsletter | Twitter | Pesquisar | Ciência e Tecnologia | Tempo Real
© 2013 - Diário do Vale. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. Termos de uso.