Ações da CSN
R$ 8,96 | -4,06%
19:51h | 15.04.2014
Quarta-feira, 23 de abril de 2014
Boa tarde, 17h1min
 

Presos suspeitos de roubar R$ 500 mil de joalheria de Barra Mansa
Publicado em 13/02/2014, às 13h30
 
Última atualização em 13/02/2014, às 20h45


Dicler de Mello e Souza

 

Barra Mansa

Os delegados da 90ª DP (Barra Mansa), Ronaldo Aparecido de Brito (titular), e Michel Floroschk (adjunto), apresentaram nesta quinta-feira (13) à imprensa quatro dos seis homens suspeitos de assaltar a Joalheria Regina, no Centro, na véspera do Natal passado. Na ocasião, foram roubados mais de R$ 500 mil, em joias e relógios.
José Dimincli Montenegro Gomes, de 22 anos, Rafael Rodrigues Gomes, de 31, foram presos na favela da Rocinha, no Rio. Já Leonel Araújo de Andrade, de 37, e Jackson Anselmo Rodrigues, de 41, foram localizados na praia de São Conrado, também na capital fluminense. Outros dois suspeitos Ivan da Silva Martins, de 30 anos e Djalma Roberto da Costa Júnior estão foragidos.

- Três entraram na joalheira. Outro comparsa que estava em uma moto ficou incumbido de avisar por meio de telefonema, caso houve aproximação de viatura da PM. O restante ficou do lado de fora do estabelecimento dando cobertura aos que estavam dentro da joalheria. Um deles ficou responsável de vender o produto do crime - disse Ronaldo, lembrando que os suspeitos seriam integrantes de uma organização criminosa tem uma divisão bem definida de tarefa.

A prisão dos acusados ocorreu após Gleison de Abreu Silva, o "Japão", de 33 anos, ser preso no último dia 4, como autor do assassinato do segurança Reginaldo de Souza, o Apolo, de 47 anos, no dia 2. De acordo com a polícia, foi Japão quem planejou o assalto a joalheria.

- Japão foi quem planejou o assalto à joalheira em Barra Mansa. Descobrimos que a quadrilha já tinha elaborado outro plano para assaltar a Brasfels, em Angra dos Reis, onde ele (Japão) já trabalhou e conhecia todo o esquema de funcionamento do estaleiro, inclusive o dia de pagamento. A intenção era praticar um assalto milionário, para isso, já tinha alugado uma lancha, em Angra, e um sítio, na cidade paulista de Cunha, que faz divisa com Paraty, no Estado do Rio - explicou o delegado-adjunto Michel Floroschk, dizendo que eles teriam acesso ao estaleiro usando crachás e fugiriam pela parte de trás.

Segundo o delegado, Japão fazia o planejamento dos roubos e trazia os outros integrantes da quadrilha que moravam nas comunidades da Rocinha, Vidigal e Vila Vintém, no Rio. O criminoso teria ganhado prestígio e posição entre os líderes da facção ADA (Amigos dos Amigos), porque teria se colocado a disposição para matar dois policiais da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) do Vidigal. O duplo homicídio não aconteceu.

Para a prisão dos suspeitos no Rio, a Polícia Civil de Barra Mansa contou com o apoio da Core (Coordenadoria de Recursos Especiais).

Os suspeitos foram indiciados por associação criminosa e roubo majorado. Eles serão transferidos hoje para a Casa de Custódia de Volta Redonda.

 

Jackson, Leonel, José e Rafael

Japão telefona para a mãe e debocha de crime

Na apresentação dos suspeitos, também foi divulgada uma escuta telefônica, autorizada pela Justiça, em que um homem - que segundo a polícia é Japão - liga para uma mulher, que ele chama de mãe, para ridicularizar Apolo, que no momento do crime, teria implorado para não ser morto. Quando foi apresentado, Japão disse que o segurança teria sido morto por engano. Confira abaixo o que pode ser ouvida no áudio.

Japão: "Mãe, apaga os meus números tudo, com essa ligação que eu fiz aí, porque tem um fortão deitado no chão lá".

Japão: "Escutou?"

Mãe: "Escutei"

Japão: "Ele disse: Ai, sai! Pelo amor de Deus!"


 
Imprimir E-mail Share
 


* Nome: * E-mail:
Telefone:  
 
* Comentário:  
Declaro expressamente que li as Condições Gerais
e aceito seus termos de forma integral. 
 
   
Imprimir
E-mail
Saiba mais
 
Em Barra Mansa
Quatro são detidos por suspeita de furto e receptação no bairro São Pedro
 
90ª DP
Polícia investiga tentativas de homicídio em Barra Mansa
 
Em Barra Mansa
Pissula aceita se encontrar com Inês, mas reafirma que manterá pré-candidatura
 
Semanda Santa
Muitos antecipam a volta do feriadão
 
Barra Mansa
Homem é preso com 47 trouxinhas de maconha no bairro Santa Izabel
 
Barra Mansa
Programa Saúde na Escola inicia avaliação de estudantes
 
Cidade
Vigilância Sanitária destaca prevenção
 
Em Barra Mansa
Mulher é presa por suspeita de tráfico de drogas no bairro Paraíso
 
Home | Cidade | Política | Polícia | Economia | Mosaico | Cartas | Esportes | Diarinho | Copa Diarinho | Social | Lazer | Circuito | Decoração | Viver Melhor | Caderno TV
Veículos | Educação | Nacional | Internacional | Vídeos | Edição Digital | Cultura | Flip | Classificados | Eu, Diário | Arquivo | Fale Conosco | Newsletter | Twitter | Pesquisar | Ciência e Tecnologia | Tempo Real
© 2013 - Diário do Vale. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. Termos de uso.