Ações da CSN
R$ 8,96 | -4,06%
19:51h | 15.04.2014
Domingo, 20 de abril de 2014
Boa tarde, 12h50min
 

Chuva causa estragos em Barra Mansa e Volta Redonda
Publicado em 07/02/2013, às 15h49
 
Última atualização em 07/02/2013, às 20h13

Chuva deixou ruas do bairro Ano Bom alagadas na tarde de hoje

Natacha Prado

natacha.prado@diariodovale.com.br

Barra Mansa

A chuva que atingiu Barra Mansa entre a noite de quarta e a madrugada de quinta-feira causou prejuízos e transtornos em inúmeros bairros de Barra Mansa, incluindo alguns dos mais distantes da região central.

No distrito de Nossa Senhora do Amparo, o centro ficou alagado, já que o Rio Turvo transbordou e atingiu diversas residências.

Segundo a diretora da Escola Municipal Jahyra Fonseca Drable, Dayse Luz de Carvalho, a dos 103 alunos matriculados na unidade na parte da manhã, apenas 33 compareceram à aula.

- Quando percebemos que o nível do rio estava aumentando, optamos em dispensar os estudantes. A maioria dos estudantes faltou, já que as vans de transporte não conseguiram chegar às fazendas por conta do deslizamento de algumas barreiras - explicou.

Os produtores rurais tiveram prejuízo. Com a enchente, a Cooperativa Agropecuária teve dificuldade em escoar a produção para o Centro de Barra Mansa.

- A água acabou entrando em alguns motores de processamento de leite. Os equipamentos terão que ser desmontados para efetuarmos a recuperação. Enquanto isso a nossa produção fica comprometida - afirmou.

De acordo com a dona de casa Joaquina Sampaio, apenas suas duas filhas estavam em casa no momento em que as águas subiram.

- Hoje, quando retornei para casa, por volta das 9 horas da manhã, encontrei a rua totalmente alagada. Até agora não consegui chegar perto. Estou preocupada, porque não sei como minhas filhas estão. É uma situação muito complicada - disse.

Boa Sorte

Com o temporal na parte da tarde, os transtornos se estenderam a outros pontos de Barra Mansa. Um dos pontos mais afetados foi o bairro Boa Sorte, que fica localizado às margens do Rio Barra Mansa. A chuva que atingiu a região durante a tarde alagou parte do local. Carros de passeio não conseguiram ter acesso à Rodovia Presidente Dutra (BR-116), na passagem sob o viaduto. Somente carretas e caminhões puderam trafegar no local. Os motoristas que desejaram seguir para Volta Redonda tiveram que fazer o retorno pelo bairro Monte Cristo. Houve congestionamento no local - inclusive na Dutra, no sentido São Paulo.

De acordo com o motorista Luiz Armando, o Rio Barra Mansa subiu rapidamente. Ele afirmou que em menos de 30 minutos o viaduto da Boa Sorte já estava interrompido para a passagem de veículos.

- É assustador como a água sobe com tanta força e rapidez - disse.

Os bairros Ano Bom e Centro também ficaram alagados. Já a Cotiara, Vila Independência, Vila Orlandelia e Siderlândia estão sofrendo com deslizamentos. No Siderlândia, a Rua B está interditada, o que impede o acesso dos ônibus. Na Colônia Santo Antônio, o Rio Bananal transbordou e atingiu diversas casas.

Ocorrências registradas quarta e quinta-feira

Abertura de Cratera na Rua Doutor Mario Ramos (Centro), entre o posto e o UBM

Queda de muro e desabamento de passagem de servidão na Rua Soldado Charles Fabiano da silva (Vila Nova)

Três casas interditadas na Rua José Loesche (Vila Nova)

Duas casas foram interditadas na Rua H (Jardim América)

Deslizamento de terra, com destruição parcial de casa, na Rua Juarez Barbosa (Santa Rita)

Desabamento de terra atrás da Rodoviária (Centro)

Deslizamento de terra na Rua Cabo Cesário (Ano Bom)

Casa Alagada na Rua Nelson Ribeiro Campos (Parque Independência)

Encosta caindo na Rua Bia Jone (Vila Coringa)

Problemas com muro caindo, ameaçando o colégio Geraldo Ozório (Vila Coringa)

Deslizamento de Terra na Rua José Fagundes Pinto (Getúlio Vargas)

Desabamento de Muro de Contenção e rachaduras na Rua Enesi José Gonçalves (Vila Independência)

Desabamento de encosta impedindo o fluxo de veículos e oferecendo risco à residência, na Rua Apóstolo Flores

Desmoronamento de encosta, risco para residências na Rua Fábio Valter de Carvalho (Vila Independência)

Desabamento de encosta colocando casas em risco na Rua São Benedito (Vila Coringa)

Desabamento de barranco colocando residências em risco na Rua João Xavier Itaboraí (Boa Vista II)

Prédio de três andares desabando na Rua Josefina Reis (Vila Nova)

Chuva provoca queda de barreiras e árvore em diversos bairros de Volta Redonda

A chuva na madrugada de hoje (7) resultou em diversas ocorrências no bairro Jardim Belmonte. De acordo com o Ciosp (Centro Integrado de Operações de Segurança Pública), foram registradas quedas de barreiras nas ruas Itaquera, Pernambuco e na Rua Barão do Rio Branco, onde também houve uma queda de árvore. No bairro Siderlândia, uma casa na Rua Araruama foi atingida por uma árvore. Já no Coqueiros, uma barreira caiu sobre uma casa na Rua H. No Açude I, foram registradas queda de barreiras em alguns pontos do bairro.

A Vila Santa Cecília também sofreu com os alagamentos na tarde de hoje. Os veículos precisaram reduzir a velocidade em função do acúmulo de água nas proximidades do Mercado Popular, do acesso à Rua 12 e do Instituto de Educação Professor Manuel Marinho, assim como na Rua 43.

O bairro Dom Bosco também sofreu com o transbordamento do Ribeirão do Inferno. O córrego - que sempre causa transtornos para os moradores - deixou diversas casas alagadas. Além disso, o  Barreira Cravo registrou alguns pontos de alagamentos que estão sendo monitorados pela Defesa Civil. O motivo das ocorrências do bairro é o aumento do nível do Paraíba.

Defesa Civil

De acordo com o coordenador adjunto da Defesa Civil, Rubens de Siqueira, a primeira medição do Paraíba, por volta das 8 horas da manhã registrou 1,74 metros acima. Ele afirmou que a segunda, às 17 horas registrou 2,95.

- A última medição apontou que o rio está 2,78 metros acima do nível normal. É um bom sinal, que demonstra que o Paraíba está começando a diminuir. Até o momento foram totalizadas 60 ocorrências, sendo duas interdições, no Belmonte e no bairro São Lucas. Ambas foram realizadas em caráter preventivo - informou.

Ele contou que as Pontes Pequetito Amorim e Doutor Murilo César também estão interditadas.

- As demais ocorrências estão sendo vistoriadas. Estamos trabalhando para oferecer à população de Volta Redonda um pronto atendimento em casos de acidentes - concluiu.

 
Imprimir E-mail Share
 


* Nome: * E-mail:
Telefone:  
 
* Comentário:  
Declaro expressamente que li as Condições Gerais
e aceito seus termos de forma integral. 
 
   
Imprimir
E-mail
Saiba mais
 
CAGED
VR e BM puxam para baixo emprego na região
 
Em Barra Mansa
‘Quarterizada’ atrasa salários de trabalhadores da Saúde
 
Sul Fluminense
Câmaras e prefeituras funcionarão em esquema diferenciado no feriadão
 
Em Barra Mansa
Jovens são detidos após postarem fotos no Facebook com colete da PM
 
Em Barra Mansa
Jonas assina decreto instituindo Comissão Municipal da Verdade
 
Mais Médicos
Médicos cubanos chegam a Volta Redonda
 
Solidariedade
Crianças da Casa Paz e Bem recebem doações de Ovo de Páscoa
 
Região Leste
Furlani anuncia que faltará água novamente e pede mais divulgação
 
Home | Cidade | Política | Polícia | Economia | Mosaico | Cartas | Esportes | Diarinho | Copa Diarinho | Social | Lazer | Circuito | Decoração | Viver Melhor | Caderno TV
Veículos | Educação | Nacional | Internacional | Vídeos | Edição Digital | Cultura | Flip | Classificados | Eu, Diário | Arquivo | Fale Conosco | Newsletter | Twitter | Pesquisar | Ciência e Tecnologia | Tempo Real
© 2013 - Diário do Vale. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. Termos de uso.